A experiência Avatar 3D na sala IMAX

Por Antonio Ricardo Soriano
Foi difícil, mas consegui assistir ao filme Avatar (3D) na sala IMAX do Espaço Unibanco de Cinema Pompéia, no Bourbon Shopping. Na primeira tentativa, a sessão em que eu estava com minha família, foi cancelada por causa de um defeito no projetor IMAX. Todos já estavam sentados aguardando o começo do filme, quando a gerente nos deu a má notícia. Ela nos informou que deveríamos agendar uma outra data e que daria a todos, um ingresso gratuito para qualquer outro filme exibido nas outras 10 salas do cinema. Fiquei com dó da gerente, pois começou uma confusão enorme. As pessoas queriam de volta o dinheiro do ingresso, do estacionamento e, também, da pipoca e do refrigerante. Que exagero! Enfim, fiquei contente com a solução da gerente. Agendei uma nova sessão de Avatar para um outro dia, em lugares bem melhores e ainda assisti a Sherlock Holmes na sala 2, gratuitamente. Foi ótimo, pois eu não conhecia as salas normais do complexo. Me surpreendi com a boa qualidade de projeção e com o ótimo som da sala. Logo que eu entrei, observei caixas acústicas bem distribuídas (sistema Dolby digital), que me concederam uma qualidade de som fantástica, já que foram muito bem amplificadas. O som das carruagens do filme Sherlock Holmes vinha do fundo da sala, para frente, resultando em efeitos muito agradáveis. Valeu a pena!
Finalmente chegou o dia de assistir Avatar. Foi no último sábado, às 14h20. Eu, minha esposa e minha filha, recebemos os óculos 3D IMAX (já bem limpos) e sentamos bem no centro da sala. Foi minha primeira experiência 3D e eu não acreditava que os efeitos 3D fossem tão bons e tão perfeitos. Até os trailers se tornaram mais agradáveis, principalmente quando anunciaram o novo filme Under The Sea 3D que traz efeitos muito mais intensos. Os corais, os peixes e os tubarões, realmente, parecem que vão tocar em nosso nariz. É impressionante! Já no filme Avatar os efeitos 3D são mais suaves. Compreendo o motivo, pois ficaria muito cansativo e poderia, até mesmo, causar dor de cabeça e náuseas em algumas pessoas, já que o filme tem 166 minutos de duração.
Eu imaginava que o filme Avatar fosse apenas um filme de fantasia, com muitos efeitos especiais, mas mostrou-me ser um filme merecedor de ganhar o prêmio Oscar em muitas categorias (inclusive Melhor Filme), pois Avatar não é apenas um filme de ficção científica cheio de ação, ele tem uma profunda mensagem para nós, seres humanos.
A sala IMAX foi excepcional! A projeção naquela tela gigantesca foi perfeita e o som absurdamente fantástico. Na hora das explosões, as poltronas tremiam muito. Fiquei preocupado. Seria interessante, de vez em quando, verificarem a estrutura da sala. O som é muito potente, mas não machuca os ouvidos, muito pelo contrário, torna-se prazeroso. Parabéns e obrigado ao Adhemar de Oliveira, por nos ter presenteado com este maravilhoso cinema em São Paulo.
Temos em Curitiba mais uma sala IMAX, confira.
Comentários:
1) Uma experiência inesquecível
Em meio a essa avalanche de filmes 3D, eis um que se eleva a todos eles, Avatar. O filme conta a história de um homem (Sully) enviado ao planeta Pandora, para se infiltrar e convencer os nativos (Na’vi) a se mudar, para que os seres humanos derrubem sua árvore sagrada. Sully acaba se envolvendo emocionalmente com o planeta e seus habitantes e se inicia uma guerra contra a própria raça.
A lição do filme tem muito a ver com o que acontece atualmente: o seres humanos estão acabando, cada vez mais, com a natureza. O filme é digno de se ter na estante. Conta com uma quantidade enorme de efeitos especiais, com incríveis cenários, personagens digitais e efeitos de som perfeitos. Não há como dizer em palavras, a emoção que se sente durante o filme, parece tudo real. Só assistindo!
Na sala IMAX, você pode aproveitar muita mais o filme. O som vem de todos os lados, o chão treme (por causa da potencia do som), o óculos 3D é grande e confortável, na platéia não há cabeças atrapalhando na frente, a imagem é totalmente nítida e a tela, gigantesca! Numa era de filmes em 3ª dimensão, a sala IMAX se sobressai com certeza. O preço é um pouco alto, mas vale a pena.
Nathalia Elisa Machado Soriano
2) Ricardo
Com certeza, Avatar tem que ser visto na sala IMAX! A tela IMAX tem 294 m2 com 12000 watts de som e projeção muito mais cristalina do que em outros cinemas. As salas convencionais possuem telas de 50 a 144 m2, no máximo. Amigos assistam Avatar no Unibanco IMAX, não tem comparação.
Paulo Alvarenga
Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.
ACESSE O BANCO DE DADOS


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.