Cine Marrocos: ontem e hoje

As fotos atuais foram feitas após a ocupação de famílias filiadas ao MSTS (Movimento de Sem Teto), em 01/11/2013, ao prédio que sedia o antigo cine Marrocos. Cerca de 600 famílias chegaram a morar no local.

Em 15/10/2016, as famílias de sem teto, que ocupavam o prédio do antigo cinema, deixaram o local em uma reintegração de posse acompanhada pela Polícia Militar. A desocupação ocorreu sem conflitos. 

A situação do antigo cinema ficou um pouco pior. Antes da ocupação, o local sediava eventos e ainda possuía elementos arquitetônicos originais bem preservados. Muito se perdeu! O chafariz no hall de entrada foi a principal perda, mas pode ser facilmente reconstruído.

Fotos em preto e branco : 1951
Fotos coloridas : Nathalia Elisa Machado Soriano - 2018


















Baixo relevo alusivo à 7ª arte, com famosos personagens de filmes





































Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.
ACESSE O BANCO DE DADOS


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

Site Novo Milênio, de Santos - SP
www.novomilenio.inf.br/santos

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.